Mochilão Ásia - China, Hong Kong, Tailândia e Malásia - 28 dias


A pedidos, aqui estou!
Muitos me pediram o nosso roteiro pela Ásia e vou colocar aqui junto com algumas informações práticas. Minha vontade era escrever tudo que aconteceu como normalmente faço, de contar as mil histórias que aconteceram do meu jeitinho, mas me falta tempo e paciência pra isso, então acho que mais tarde vou só escrever os passeios que fizemos em cada lugar, sem muitos floreios como é do meu costume.

Bom, agora é preto no branco, eis nosso roteiro final:

26/12 -  BH/SP/Cidade do México
27/12 - Dia na Cidade do México
Cidade do México/Tijuana/Xangai
28/12 - Dia perdido pelo fuso horário (sério)
29/12 - Xangai
30/12 - Xangai
31/12 - Xangai/Suzhou
01/01 - Xangai
02/01 - Xangai/Hong Kong (voo no fim da tarde)
03/01 - Hong Kong
04/01 - Hong Kong
05/01 - Hong Kong/Chiang Mai Saída (voo no fim da tarde)
06/01 - Chiang Mai
07/01 - Chiang Mai
08/01 - Chiang Mai
Night Train
09/01 - Bangkok
10/01 - Bangkok
11/01 - Bangkok
Night Train + ônibus + ferry (fechamos o pacote completo)
12/01 - Koh Tao
13/01 - Koh Tao
14/01 - Koh Tao
Night Boat + Van + Ferry (fechamos o pacote, mas foi FURADA)
15/01 - Koh Phi Phi
16/01 - Koh Phi Phi
17/01 - Maya Bay Sleep Aboard
18/01 - Maya Bay/Koh Phi Phi/Krabi
19/01 - Krabi/Kuala Lumpur (voo de manhã)
20/01 - Kuala Lumpur/Xangai (voo de noite)
21/01 - Xangai/México
México-SP
22/01 México/SP/BH

Esse roteiro não é nada comum, não é normal fazer o extremo oriente e sudeste asiático assim na mesma viagem, até porque, no nosso caso, pegamos um frio de lascar na China e HK e um calor do cão na Tailândia e KL.
O que aconteceu foi que queríamos ir pra Tailândia DE QUALQUER jeito, tínhamos datas nada flexíveis e as passagens diretas pra Tailândia estavam absurdamente caras. O que fizemos foi entrar no Google Flights e literalmente procurar a passagem mais barata pra Ásia possível. O resultado foi Xangai, passando pelo México. O segundo desafio foi arrumar um jeito de chegar a Tailândia sem gastar muita grana.
Coloquei nosso esboço de roteiro no Mochileiros.com (amo essa galera) e um ANJO na terra fez uma curta pesquisa no Skyscanner e descobriu que se passássemos por Hong Kong para chegar em Chiang Mai economizaríamos muito, assim como passar por Kuala Lumpur na volta, então ganhamos Hong Kong e Kuala Lumpur de bônus.

Nem precisa dizer que foi corrido né? Mas fizemos tudo que queríamos e mais um pouco. Se eu pudesse mudar, ficaria menos em Xangai e ficaria mais em Hong Kong, Chiang Mai ou nas ilhas da Tailândia, mas o tempo que ficamos lá se mostrou necessário pra aprender a respeitar o fuso horário brutal.

GASTOS:

No total gastamos por volta de 11.000 reais com TUDO. Seguro saúde, passagens, alimentação, hospedagem, bebida, free shop e whatever.
Só de passagens aéreas gastamos mais ou menos 5.000 reais, incluindo as passagens de ida e volta pra Xangai, passagem Xangai/Hong Kong, Hong Kong/Chiang Mai e Kuala Lumpur/Xangai. Não foi barato, essa é a parte mais cara da viagem e se você conseguir passagens promocionais, sua viagem fica bem mais barata, mas aparentemente não existe promoção na época em que fomos.
Gastamos por volta de 1.000 reais com seguro saúde, passeio de Maya Bay que foi contratado antes e equipamentos de viagem diversos.
O resto, mais ou menos 5.000 reais, eu levei em dólares. Esse dinheiro serviu para a viagem toda. Hospedagem, passeios, alimentação, trens, barcos, compras, absolutamente tudo. Pagamos a Disney  e duas diárias no cartão, mas sobrou dinheiro no fim, então acredito que seria super possível gastar só o dinheiro que levamos.
Outro grande gasto que tivemos, e acredito que não é normal para mochileiros, foi em alimentação. Na Tailândia nós comíamos BEM! Se eu quisesse dava pra economizar muito nessa parte, você consegue uma refeição decente com 5 ou até 3 reais, mas a gente gastava um pouco (muito) mais.
Nesse roteiro Xangai e principalmente Hong Kong se destacam pelo preço alto de tudo, Kuala Lumpur é pouco mais barata que o Brasil e a Tailândia é um absurdo de barata, mas já me disseram que não é nem de perto a mais barata do sudeste asiático (Laos, aí vou eu!).


Acho que esse é o grosso, vou tentar escrever o que fizemos em cada cidade mais tarde com os preços dos passeios que minha miga Ana me ajudou a anotar. To melhorando na organização ou não estou?

Comentários