Escolhas, escolhas...

Sempre fui péssima para tomar decisões e admito que sempre precisei de uma ajudinha extra da minha mamãe para tomar as decisões mais importantes.
Essa semana parecia ser normal, dias arrastados na escola e final de semana em Copenhagen no Get Together do Rotary. Mas minha semana mudou drasticamente quando um coreógrafo super cotado de Belo Horizonte chegou aqui em Oure sei lá porque e começou a montar uma super coreografia. A exata mesma coisa aconteceu no último Get Together, um super coreógrafo veio trabalhar aqui só uma semana e eu tive que recusar por preferir ficar com os intercambistas e não ensaiar no final de semana. Mas dessa vez foi diferente, eu já não sou tão ligada nos intercambistas como no início, prefiro fazer minha vida dinamarquesa valer a pena. Sem contar que duas das minha amigas não iriam e as outras duas que mais me importam logo estarão aqui comigo. Sebastian foi embora, Jake me irrita e ainda tem um argentino mala de mais que jura que sou doida pra beija-lo...me poupe-.-'
Então não tinha tanto motivo assim para ir, mas ao mesmo tempo queria muito ir porque ainda não consegui conhecer os novos intercambistas e esse era o último Get Together.
Acabei decidindo por ficar aqui e ensaiar e a semana começou TENSA. Todos os dias ensaiava até 21:00 e alguns dias matei aula de manhã para ensaiar mais. Fiquei stressada, o coreógrafo era LOUCO e me tirava do sério, parecia que ele me perseguia. Numa noite eu estava stressada, cansada, querendo matar o primeiro na minha frente, preocupada com a dança e com meu aniversário que está logo aí, mas logo fiquei contente, sabe porque? há alguns meses minha preocupação era a saudade que sentia do Brasil, fazer amigos, ter meu lugar aqui e me sentir bem nesse país desconhecido, e agora? Me preocupo com minha vida aqui, minha vida dinamarquesa! Quem diria...
A semana foi ocupada e quase não parei em casa. Na sexta dormi na escola e festei um pouco com o pessoal de sempre. Eu ia dormir no quarto do Daniel, mas o anjo fez o favor de trancar a porta. Por sorte a Anna aindanão tinha dormido e fiquei no quarto dela. Ensaiaei no sábado e domingo e passei bastante tempo com minha família.
Estou feliz, mas preocupada. Meu aniversário é depois de amanhã, 18 anos, e o que eu mais quero é ter algo especial! Mas estou cada dia mais desanimada sobre isso. Minha família vai sair comigo pra jantar na quarta e algumas amigas intercambistas vem me visitar e eu ia comemorar no café aqui da escola com meus amigos no sábado. Mas como meu azar sempre tem que botar as garrinhas de fora uma menina vai fazer aniversário no exato mesmo dia que eu em Copenhagen e convidou um monte da minhas amigas, quase todas as minha amigas na verdade. Só os meninos e algumas meninas vão poder ir e minhas amigas estão tentando me convencer a mudar a data pro próximo sábado depois da festa de formatura...mas é depois da festa né? E é uma festa bem grande, algo me diz que esse povo vai estar morto no dia seguinte, sem contar que minhas amigas estão vindo de longe pra comemorar meu aniversário esse final de semana. Sinceramente não sei o que fazer, não sei em que pensar! Minha vontade era deixar isso de lado e fingir que não é meu aniversário, mas agora todo mundo já está sabendo e tem gente contando com isso! O QUE EU FAÇO???

Comentários

Caroline disse…
Luiza, parece que está em um beco com quase nenhuma saída, mas não se preoucupe, tudo passa. Acho que você deveria também se colocar no lugar de seus amigos, pois eles devem estar querendo ir na sua festa, mas também tem outra. Não os faça tomar uma decisão. Por que não comemora seu aniversário na sexta? Sexta é início de final de semana. Espero que tudo se resolva, beijo.
Ana Seerig disse…
Faça duas comemorações! Porque, afinal, para comemorar não precisa de muita coisa além de um motivo. Comemore com as tuas amigas que estão indo aí, divirta-se ao máximo, e depois comemore com os outros.
Não os deixe pensar em escolher entre ti e outra coisa, aceite se eles não puderem ir e comemore quando eles quiserem comemorar contigo.
O importante não é o aniversário em si, mas a alegria de estar com quem se gosta, certo? Pelo menos eu acho isso...
Não te preocupa em excesso pra não tornar o teu aniversário uma preocupação, pois ele é uma comemoração. Os detalhes se ajeitam.

beijoo