Neve, neve, mais neve e eu, presa em Oure

Quando cheguei aqui me disseram que o inverno da Dinamarca era só cinzento, frio, com pouca neve e muita chuva. Não animou nem um pouco. Mas foi uma surpresa quando ainda em novembro alguns flocos de neve começaram a cair. "Isso não é normal por aqui" meu host pai sempre dizia.
Depois no meio de dezembro nevou pra valer e depois de mais de uma década a Dinamarca teve um natal branco. Já estava me sentindo super sortuda e quando a neve derreteu nos últimos dias do ano já estava satisfeita e todo mundo contava que a neve tinha acabado.
Uma surpresa ainda mais agradável foi ver neve caindo nos primeiros dias do ano e deixando tudo branquinho mais uma vez. Dês de então a neve não derreteu mais.
Segunda passada nevou muito, mas muito mesmo, mas o que veio no dia seguinte eu nunca vi igual!
Ainda na segunda de noite minha host mãe me avisou "estão falando nos jornais que vira uma tempestade de neve amanhã. Coloque muita roupa quente e eu vou te levar na escola." Eu não dei tanta moral, mas assim que cheguei na escola começou a nevar sem parar, muita neve mesmo! E só parou quando eu estava saindo do ballet, 18:00. Resultado? Ônibus atrasados e minha host mãe com medo de sair de casa para me buscar. Sem contar que se eu fosse para casa corria o risco de não conseguir voltar pra escola na quarta. Eu poderia tentar ou dormir na escola.
Estava com medo de ficar sobrando na escola, então resolvemos tirar na moeda. Cara, ir pra casa, coroa, ficar em Oure. A moeda decidiu e eu fiquei.
E a moeda sempre sabe o que faz.
Jantar delicioso, salmão, meu favorito. Mas assim que entrei no refeitório um tanto de gente olhou pra mim,com uma cara que dizia claramente "que porra ela faz aqui?". Uma mesa inteira de garotos se virou para mim e começou a cochichar a apontar(oi, não sou cega!). Outros vieram me perguntar o que fazia ali, a resposta era a mesma "Estou presa por causa da neve". Me senti como um extra terrestre que acabava de chegar no mundinho de Oure.
Depois do jantar Maya, a menina que eu dormiria no quarto, tinha que fazer dever e eu fiquei num canto com meu computador. No msn mandei pro Benjamin, o menino que está indo pro Brasil, um video da Ivete Sangalo. Ele colocou na maior altura e estavamos no quarto bem ao lado. Eu e Maya rimos horrores. Depois fui pro quarto dele e ficamos conversando. Conheci o colega de quarto dele, muito simpático. Benjamin é um amor de pessoa e gosto muito de conversar com ele, mas acho que depois de um tempo ele ficou cansado de mim. Por sorte três amigas vieram me chamar para tomar um chá.
No caminho pro café uma emboscada: uns 5 meninos munidos de bolas de neve atirando na gente, injusto! Um dos meninos me abraçou e me levou em "segurança" até o café.
Conversei muito com as meninas sobre tudo, mas principalmente sobre o Brasil e as diferenças entre os meninos de lá e daqui. Elas piraram com a ideia de que os meninos no Brasil tomavam toda a iniciativa para beijar uma garota e concordaram comigo que o sistema brasileiro é bem melhor. Ficamos conversando até a hora que marquei de conversar com minha mãe no Skype.
Fui pra uma sala sozinha, mas assim que começamos a conversar uma amiga chegou, depois mais outra e outra...por fim haviam cinco meninas se espremendo na telinha do computador sando tchauzinho pra minha mãe e minha mãe mostrando a janela: a vista do meu amado e Belo Horizonte.
Quando desliguei ficamos conversando até quase meia noite. Depois fomos para o quarto com o intuito de dormir, mas por fim ficamos conversando até de madrugada.
Na manhã seguinte todos meus colegas tiveram a chance de conhecer meu péssimo humor matinal, principalmente depois de dormir tão pouco.

Oure *.*

Noite em Oure

Feito criança na neve

Mar congelado

Comentários

Erica Ferro disse…
Ah, adoro ler tuas 'aventuras'.
Tudo isso parece mais filme, sabia?
E acho que já disse isso.
As fotos são sempre tão lindas, Luiza.

Beijo.
Ana Seerig disse…
Aproveite beeem a neve por ai, o calor aqui no Brasil tá tão insuportável (isso eu digo morando no sul do país, imagina como está no resto)que eu morro de inveja da tua neve aí...

Lindas as fotos!

*-*